Infelizmente o nosso site não funciona neste browser. Por favor, atualize-o para uma versão mais recente.

Promoção de abertura: frete grátis para compras acima de R$ 150,00
Artes do corpo, corpos da arte

Artes do corpo, corpos da arte

Jacinto Lageira, Pedro Hussak, Rodrigo Duarte
tipo livro
estado novo
capa comum
editora Relicário
ano de publicação 2020
categoria(s) Artes, Ciências Humanas
subcategoria(s) Filosofia
número de páginas 184
peso 350g
dimensões 23cm / 16cm / 2cm
R$ 42,00

descrição

Uma das explicações mais plausíveis para que o pensamento ocidental tenha estabelecido a Estética como disciplina filosófica apenas no século XVIII seria o fato de que as reflexões sobre a arte, desde Platão até a Modernidade europeia, foram impregnadas pela noção de que existe uma beleza incorpórea e ideal, a qual, por definição, é superior à das manifestações sensíveis. Entretanto, o fato de que o termo “artes do corpo”, que compõe o título deste livro, não cause, atualmente, nenhum escândalo pode ser explicado, pelo menos parcialmente, pela existência multimilenar de métiers artísticos, nos quais o emprego do corpo é mais imediatamente perceptível, tais como a dança, o teatro e outras artes performáticas.

Além disso, cumpre observar que, desde a propositura da Estética como parte integrante da filosofia ocidental, pelo racionalista Alexander Baumgarten, passando pelo Empirismo Britânico, pelo Iluminismo Francês e pelo Idealismo Alemão, até chegarmos na filosofia europeia contemporânea, travaram-se duras batalhas teóricas para que a corporeidade fosse reconhecida como aspecto fundamental para toda e qualquer reflexão filosófica séria sobre as artes e as culturas. Desse modo, mesmo num cenário cultural em que a desmaterialização das manifestações estéticas é reconhecida tanto como possibilidade criativa quanto como uma realidade inquestionável, nunca pareceu tão evidente a qualquer pessoa que se ocupe seriamente da prática e/ou da reflexão da arte que essa tem a sua constituição inextrincavelmente ligada ao elemento corpóreo. Este livro enfatiza essa dimensão da arte em muitas de suas manifestações atuais, do ponto de vista da Estética contemporânea.

voltar à tela anterior