Infelizmente o nosso site não funciona neste browser. Por favor, atualize-o para uma versão mais recente.

Promoção de abertura: frete grátis para compras acima de R$ 150,00
Ilíada (Edição bilíngue)

Ilíada (Edição bilíngue)

Homero
tipo livro
estado novo
capa comum
editora 34
ano de publicação 2020
número de páginas 1048
peso 1450g
dimensões 23cm / 16cm / 6cm
R$ 129,00

descrição

A presente edição, bilíngue, traz ainda uma série de aparatos, como um índice onomástico completo, um posfácio do tradutor, excertos da crítica, e o célebre ensaio de Simone Weil, "A Ilíada ou o poema da força".

Composta no século VIII a.C., a ilíada é considerada o marco inaugural da literatura ocidental. Tradicionalmente atribuída a Homero - ou, segundo alguns, compilada a partir de histórias da tradição oral -, a obra aborda o período de algumas semanas no último ano da Guerra de Troia (que teria ocorrido por volta do século XII a.C.), durante o cerco final dos contingentes gregos à cidadela do rei Príamo, na Ásia Menor.

O poema, formado por mais de 15 mil versos em hexâmetro datílico, distribuídos em 24 cantos, se inicia quando o principal guerreiro grego, Aquiles, se afasta do campo de batalha após uma briga com seu comandante, Agamêmnon. A guerra de dez anos teria sido provocada pelo rapto de Helena, esposa do rei de Esparta, Menelau, pelo príncipe troiano Páris. As impressionantes cenas de batalha entre os combatentes gregos e os guerreiros troianos liderados por Heitor, irmão de Páris, e a iminente volta de Aquiles, que fará com que os gregos retomem a vantagem no conflito, constituem o cerne da narrativa - sempre com a participação ativa dos deuses, divididos no apoio a cada facção.

A Ilíada ganha agora uma nova tradução - das mãos de Trajano Vieira, professor livre-docente da Unicamp e premiado tradutor da Odisseia -, rigorosamente metrificada, que busca recriar em nossa língua a excelência do original, com seus símiles e invenções vocabulares, que permeiam uma narrativa repleta de embates entre o divino e o humano, entre a vida e a morte.

voltar à tela anterior