Infelizmente o nosso site não funciona neste browser. Por favor, atualize-o para uma versão mais recente.

A Humana oferece FRETE GRÁTIS nas compras acima de R$ 100,00
Levantado do chão

Levantado do chão

José Saramago
tipo livro
estado novo
capa comum
editora Companhia das Letras
ano de publicação 2020
categoria(s) Ficção
subcategoria(s) Literatura ibérica, Romance
número de páginas 408
peso 545g
dimensões 21cm / 14cm / 2cm
R$ 59,90

descrição

Romance indispensável do Nobel José Saramago, Levantado do chão acompanha a luta de um povo que tenta superar séculos de opressão e desigualdade social em uma das regiões mais sofridas de Portugal.

Esta é a história dos Mau-Tempo, família de lavradores do Alentejo cuja trajetória, do início do século XX até a década de 1970, é contada com o arsenal dos melhores fabulistas e o olhar generoso dos grandes críticos sociais. É também a narrativa das mudanças que um país saudoso de poder e glória atravessaria ao longo do tempo; e da luta de muitos de seus cidadãos oprimidos para assegurar uma vida mais digna no campo e na cidade.

Publicado originalmente em 1980 e logo aclamado em seu país, Levantado do chão é uma dessas obras incontornáveis na luminosa produção do português José Saramago, um dos grandes narradores do nosso tempo. A história social e a observação poética e particularizada da vida humana ganham aqui contornos de uma espécie de épico da vida ordinária - mas jamais comum, uma vez que cada um de seus personagens reluz com o brilho singular de uma das mais poderosas criações ficcionais das últimas décadas.

A história das terríveis condições de trabalho no campo e suas diversas mudanças ao longo do tempo - graças à luta política de natureza antifascista, mas também a muito sofrimento e privações em nome de um futuro mais esperançoso - é contada numa prosa que não tem receio de se mostrar partidária de um dos lados. Mas não apenas isso: a beleza faz do texto de Saramago algo de encantatório, demonstrando o enorme poder narrativo de um escritor que hoje é um dos clássicos indiscutíveis da ficção de língua portuguesa.

A caligrafia da capa é da autoria do escritor Mia Couto.

voltar à tela anterior