Infelizmente o nosso site não funciona neste browser. Por favor, atualize-o para uma versão mais recente.

Promoção de abertura: frete grátis para compras acima de R$ 150,00
O mal-estar na civilização

O mal-estar na civilização

Sigmund Freud
tipo livro
estado novo
capa comum
editora Penguin & Companhia das Letras
ano de publicação 2011
categoria(s) Ciências Humanas
subcategoria(s) Psicologia e Psicanálise
número de páginas 96
peso 178g
dimensões 20cm / 13cm / 1cm
R$ 27,90

descrição

Um dos textos mais brilhantes de Sigmund Freud, usado como objeto de estudo na psicanálise mas também nos cursos de sociologia e antropologia, agora em edição econômica e tradução de Paulo César de Souza.

Escrito às vésperas do colapso da Bolsa de Valores de Nova York (1929) e publicado em Viena no ano seguinte, O mal-estar na civilização é uma penetrante investigação sobre as origens da infelicidade, sobre o conflito entre indivíduo e sociedade e suas diferentes configurações na vida civilizada. Este clássico da antropologia e da sociologia também constitui, nas palavras do historiador Peter Gay, "uma teoria psicanalítica da política". Na tradução de Paulo César de Souza, que preserva a exatidão conceitual e toda a dimensão literária da prosa do criador da psicanálise, o livro proporciona um verdadeiro mergulho na teoria freudiana da cultura, segundo a qual civilização e sexualidade coexistem de modo sempre conflituoso. A partir dos fundamentos biológicos da libido e da agressividade, Freud demonstra que a repressão e a sublimação dos instintos sexuais, bem como sua canalização para o mundo do trabalho, constituem as principais causas das doenças psíquicas de nossa época.

voltar à tela anterior